.Relógios do Mundo
Clique aqui para saber as horas em qualquer parte do Mundo

.Para o leitor

Qual o livro que mais o marcou? Partilhe aqui a sua opinião!


What is the book of your life? Share your opinion here!


Deixe os seus comentários e sugestões aos artigos do Blog. É fácil, não necessita de registo e torna este Blog mais interessante com o seu contributo. Para saber mais clique aqui



.Mais sobre mim
. Sobre a Mafalda




.links
.arquivos

. Maio 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Abril 2006

. Outubro 2005

.posts recentes

. Homenagem a Veiga Simão

. Ondjaki vence Prémio Lite...

. Cartas entre Drummond e J...

. "Papa Francisco - Convers...

. José Luís Peixoto o padri...

. José Gomes Ferreira e o s...

. O(s) prefácio (s) de Gasp...

. "Portugal: Dívida Pública...

. Agualusa vence Prémio Man...

. Conheça quais são as livr...

.pesquisar
 
Terça-feira, 27 de Maio de 2008
O livro que marcou - Embaixador do Brasil em Portugal

 

A Economia em Pessoa” ( Reler, 2006) é um dos livros que mais marcou Celso Marcos Vieira de Souza, actual embaixador do Brasil em Portugal, e que tem vindo a ocupar diversos cargos diplomáticos desde da sua formação no Instituto de Rio Branco (67/68 Rio de Janeiro – RJ). Licenciado em Ciências Sociais pela UERJ/RJ, com um MBA em Ciências Sociais, pela Universidade de Rio de Janeiro e um master em Public Policy, pela Johns Hopkins University (EUA), este diplomata, apaixonado pela língua portuguesa, fala de Pessoa com um brilho especial e cita esta obra como um livro “que mostra um outro lado de Fernando Pessoa”. Para Vieira de Souza esta publicação, que nada mais é “do que um estudo especializado sobre os textos pessoanos versando questões económicas”, é uma obra que mostra um Fernando Pessoa multifacetado. Um Pessoa que além de poeta era economista. “ Os textos de Fernando Pessoa sobre economia foram escritos, quase todos, em 1926, quando o poeta fundou e editou a Revista de Comércio e Contabilidade”, escreve João Alves das Neves, escritor e presidente do Centro de Estudos de Pessoa, nesta obra organizada pelo economista brasileiro Gustavo Franco. “É surpreendente como Pessoa se interessava por temas tão diferentes” diz Vieira de Souza falando de que como nesta obra nos apercebemos que Pessoa era um pensador que se preocupava com temas tais como a “Privatização”, a “Globalização”, a “Desregulamentação”. Nos seus textos encontramos ainda, segundo este diplomata, referências ao “Marketing”, aos “Clusters”, à “Governança Corporativa”, e até mesmo ao “Branding”. De destacar na opinião deste diplomata as linhas em que Pessoa fala da “Estatização, Monopólio, Liberdade”. Aqui lê-se: “Considerada em si mesma, a administração de Estado é o pior de todos os sistemas imagináveis para qualquer das três entidades com que essa administração implica: de todas as coisas “organizadas”, é o Estado, em qualquer parte ou época, a mais mal organizadas de todas. E a razão é evidente. A sociedade é uma pseudociência, ou, pelo menos, uma protociência”. Concordando ou não com a visão de Pessoa sobre determinados temas politico - económicos (como o próprio embaixador faz questão de referir – dizendo mesmo que não concorda com algumas das teses do poeta) o facto é que Pessoa era um visionário. Uma pessoa que dá nome e dimensão ao apelido Pessoa. 

publicado por Mafalda Avelar às 23:00
link do post | comentar | favorito
|
. Grandes Reportagens

. Ideias em Estante

. Reportagens
.Livros em destaque
."o livro que me marcou"
Alberto João Jardim

António Pinto Barbosa

António de Almeida Serra

Arquimedes da Silva Santos

Carlos Carvalhas

Carlos Zorrinho

Francisco Murteira Nabo

Graça Almeida Rodriques

João Castello Branco

José Amado da Silva

José Hermano Saraiva

Leonor Beleza

Luís Portela

Manuel Serzedelo de Almeida

Valentim Xavier Pintado

Vasco Vieira de Almeida

Vítor Melícias

António de Sousa

Guilherme D´Oliveira Martins

José Veiga Simão

Pedro de Sampaio Nunes

Martins Lampreia

Agostinho Pereira de Miranda

Mª do Rosário Partidário

Carvalho da Silva

Carlos Tavares

EM BREVE: mais cerca de 50 outros ilustres convidados que ainda não estão transcritos para este blog

.resenhas de livros

- O Livro da Marca

- The Origin of Weath

- A Competitividade e as Novas Fronteiras da Economia

- Choque do Futuro

- Como a Economia Ilumina o Mundo

- Making Globalization Work

- OUTRAS

.autores entrevistados

Rampini, autor do Século Chinês


Stephen Dubner e Steven Levitt, autores de "Freakonomics"


Tim Hardford, autor de "O Economista Disfarçado"


António Neto da Silva, autor de "Globalização, Fundamentalismo Islâmico e Desenvolvimento Sustentável"


Ashutosh Sheshabalaya, autor de "Made in Índia"

.entrevistas (áudio)

Alberto João Jardim

.Novidades Editoriais

Actual Editora


Esfera dos Livros


Porto Editora


Pergaminho


Campo das Letras


blogs SAPO
.subscrever feeds