.Relógios do Mundo
Clique aqui para saber as horas em qualquer parte do Mundo

.Para o leitor

Qual o livro que mais o marcou? Partilhe aqui a sua opinião!


What is the book of your life? Share your opinion here!


Deixe os seus comentários e sugestões aos artigos do Blog. É fácil, não necessita de registo e torna este Blog mais interessante com o seu contributo. Para saber mais clique aqui



.Mais sobre mim
. Sobre a Mafalda




.links
.arquivos

. Maio 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Abril 2006

. Outubro 2005

.posts recentes

. Homenagem a Veiga Simão

. Ondjaki vence Prémio Lite...

. Cartas entre Drummond e J...

. "Papa Francisco - Convers...

. José Luís Peixoto o padri...

. José Gomes Ferreira e o s...

. O(s) prefácio (s) de Gasp...

. "Portugal: Dívida Pública...

. Agualusa vence Prémio Man...

. Conheça quais são as livr...

.pesquisar
 
Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2013
O milionário que quer investir em Portugal

Já lá vamos ao (bem necessário) investimento.

 

Primeiro fique a saber quem é o co- autor de "Governação Inteligente para o século XXI"( Objetiva)

 

 

 

PERFIL

 

Berggruen, o milionário sem casa que apostou na TVI e na Leya

 

De passagem por Portugal, Berggruen deu -nos uma entrevista. O resultado: muito optimismo. Uma boa boleia!

 

 

Nicolas Berggruen é um dos nomes que consta na lista dos milionários da Forbes. Ocupa a 206 posição, com uma fortuna avaliada em cerca de 2,3 mil milhões de dólares. Berggruen, de 51 anos, solteiro, é hoje um homem que ganhou fama nos media internacionais por "não ter casa". Nascido em Paris, tem dupla nacionalidade: é americano e alemão. Filho do coleccionador de arte Heinz Berggruen e da actriz Bettina Moissi, Nicolas é reconhecido pelo seu estilo "pouco convencional". Formado em Finanças e Negócios Internacionais, na New York University, nos Estados Unidos, Berggruen é hoje um discreto investidor no mundo dos media. Mas é na área da filantropia que Berggruen marca a diferença no mundo da alta finança. E isto porque quer fazer a diferença promovendo o debate intelectual. O Instituto que preside - e que tem o seu nome - é prova disso. O "Nicolas Berggruen Institute", que faz parte da Berggruen Holdings, entidade que à qual pertencem 37 grandes empresas, tem como objectivo inovar e promover, pelo mundo, as boas práticas de governação. A Berggruen Holdings marca presença, em Portugal, na Prisa, que controla a Media capital, que é detentora da TVI, e na Leya. O investidor é sócio de Pais do Amaral. M.A.

 

 

 

"Vou investir mais em Portugal"

 

EM LISBOA PARA PROMOVER O SEU LIVRO, BERGGRUEN MOSTRA-SE OPTIMISTA EM RELAÇÃO AO PAÍS.

 

"Se existe um momento para procurar investimentos em Portugal , provavelmente é agora". Quem o afirma é Nicolas Berggruen, sócio milionário de Miguel Pais do Amaral. O investidor, que é accionista da Prisa e do 'Le Monde', através da Berggrun Holding que preside, afirma em entrevista exclusiva ao Económico, que vai " investir mais em Portugal ". Os sectores, esses, serão aqueles onde já marca presença - nos media e na publicações. Mas há mais. Berggruen, que está presente em Portugal na Prisa (que controla a Media Capital, detentora da TVI) e na Leya, mostra interesse em investir no sector dos serviços (incluindo em tecnologias), no sector turismo, que considera ser "uma área que se pode desenvolver muito", e no sector de imobiliário.

Sobre a sua relação com Pais do Amaral, diz que tem tido "muita sorte porque tenho uma parceria, há anos, com o Miguel Pais do Amaral. Irei olhar para muitas das coisas que ele está a seguir. Temos tido experiência em media e publicações e vamos continuar a olhar para essas áreas." Sobre como irá realizar esses investimentos, uma certeza: qualquer investimento, nessas áreas, será via Pais do Amaral.

Optimista em relação à economia Portuguesa, o presidente da Berggruen Holdings, entidade que detém 37 empresas (entre elas a Hoover Treated Wood Products, a Meier on Rothschild, a Wind Power e a Berggruen Farming), reconhece que os portugueses estão a passar um período difícil mas adianta que este processo, de transição, é necessário. Concordando com algumas medidas e discordando de outras, "o facto é que o caminho é este."

Reconhecido internacionalmente por ser o "milionário sem casa", "por opção", como faz questão de salientar, Berggruen considera que Portugal tem muito futuro. "Além do mais tem a mesma língua que pelo menos dois grandes países emergentes".

Sobre a questão "pessoal" de não ter tecto, isto é, de não poder chegar a casa e sentir " I am back" [estou de volta], o investidor diz que desta forma desenvolve o instituto da experiência - e não tanto o da posse.

A fortuna

Com uma fortuna avaliada em cerca de 2,3 mil milhões de dólares (segundo a Forbes), este solteirão, que adora festas e que já foi fotografado ao lado de inúmeros nomes da moda e do glamour, tem vindo a ganhar destaque no mundo da alta finança por ser um "pensador", que quer promover o debate intelectual entre as nações. "Governação Inteligente para o século XXI" (Editora Objetiva, que pertence ao grupo Prisa- Santillana) é a obra que promoveu, ontem, na Fundação Luso Americana (Flad), em Lisboa. Sobre este livro, que assina a quatro mãos com Nathan Gardels, de notar que conta com a colaboração de um elenco de peso. Fernando Henrique Cardoso, Francis Fukuyama, Gerhard Schroeder são apenas alguns dos nomes que constam nesta obra, prefaciada por Felipe González.

Sobre o livro, de salientar que o mesmo defende que o melhor caminho de todos, em termos de governação, é algo que fica no meio entre os modelos seguidos pelo Ocidente e pelo Oriente.

 

(publicado a 15/01/13 no DE).

 

Veja aqui o vídeo de apresentação do programa, que está a ser emitido esta semana na "Ideias em Estante", no ETV.

 

 

 

Este post também foi publicado no blog:www.livrosemanias.blogs.sapo.pt

publicado por Mafalda Avelar às 14:29
link do post | comentar | favorito
|
. Grandes Reportagens

. Ideias em Estante

. Reportagens
.Livros em destaque
."o livro que me marcou"
Alberto João Jardim

António Pinto Barbosa

António de Almeida Serra

Arquimedes da Silva Santos

Carlos Carvalhas

Carlos Zorrinho

Francisco Murteira Nabo

Graça Almeida Rodriques

João Castello Branco

José Amado da Silva

José Hermano Saraiva

Leonor Beleza

Luís Portela

Manuel Serzedelo de Almeida

Valentim Xavier Pintado

Vasco Vieira de Almeida

Vítor Melícias

António de Sousa

Guilherme D´Oliveira Martins

José Veiga Simão

Pedro de Sampaio Nunes

Martins Lampreia

Agostinho Pereira de Miranda

Mª do Rosário Partidário

Carvalho da Silva

Carlos Tavares

EM BREVE: mais cerca de 50 outros ilustres convidados que ainda não estão transcritos para este blog

.resenhas de livros

- O Livro da Marca

- The Origin of Weath

- A Competitividade e as Novas Fronteiras da Economia

- Choque do Futuro

- Como a Economia Ilumina o Mundo

- Making Globalization Work

- OUTRAS

.autores entrevistados

Rampini, autor do Século Chinês


Stephen Dubner e Steven Levitt, autores de "Freakonomics"


Tim Hardford, autor de "O Economista Disfarçado"


António Neto da Silva, autor de "Globalização, Fundamentalismo Islâmico e Desenvolvimento Sustentável"


Ashutosh Sheshabalaya, autor de "Made in Índia"

.entrevistas (áudio)

Alberto João Jardim

.Novidades Editoriais

Actual Editora


Esfera dos Livros


Porto Editora


Pergaminho


Campo das Letras


blogs SAPO
.subscrever feeds